como prender a atenção do aluno

Como prender a atenção dos alunos de graduação nas aulas a distância

Assim como nas aulas presenciais, prender a atenção do aluno no ensino a distância tem sido um dos maiores desafios dos professores de graduação no atual contexto de quarentena.

A propagação do novo coronavírus que causa a Covid-19 fez com que as aulas presenciais fossem suspensas em instituições de ensino pelo mundo afora. Com isso, a educação a distância tornou-se ainda mais importante.

Neste cenário de incertezas, o papel do professor é cada vez mais fundamental. Cabe a eles orientarem e mostrarem o que os alunos devem fazer para superar as dificuldades.

Para os docentes, motivar e engajar os alunos nas aulas a distância se tornou um grande desafio. Além de ensinar, os professores também têm a missão de criar estratégias para otimizar o ensino e tornar o aprendizado mais eficiente.

Neste momento, prender a atenção do aluno é uma forma de combater a evasão.

Como prender a atenção do aluno no ensino superior a distância

Um dos requisitos da educação a distância é que o aluno tenha condições de acompanhar as aulas no seu momento. Com exceção das atividades ao vivo, o estudante escolhe o melhor dia e horário para fazer as atividades.

Durante a pandemia, a recomendação é que todas as pessoas fiquem em casa, e os alunos precisam redobrar a disciplina e o foco para evitar que as distrações prejudiquem os estudos.

Cabe aos professores oferecerem metodologias ativas de ensino com técnicas que, além de prenderem a atenção, ainda ajudarão o aluno na construção do aprendizado.

Saiba mais: Como prender a atenção do aluno em sala de aula

Técnicas de como prender a atenção do aluno

Pensando no contexto atual e em como prender a atenção do aluno, separamos algumas dicas para que você, professor, consiga elaborar seu plano de aula com as ferramentas disponíveis.

Metodologias ativas 

A aprendizagem ativa convida o aluno a construir o conhecimento junto com o professor. Ao se sentir parte do processo de aprendizado, o estudante tende a ficar mais engajado com o que está estudando. Cada aluno contribui com o seu repertório

O professor pode utilizar recursos como dramatizações, estudos de caso, projetos, ensino entre pares, debates e discussões em classe para incentivar os estudantes.

Exercícios e avaliações a distância 

O cenário atual convida os professores a repensarem novas práticas. O modelo de avaliação precisa ser contínuo e diversificado. Não há mais espaço para cobranças como memorização e avaliações no conceito de acertos e erros.

Integração 

O isolamento social recomendado não significa que alunos e professores devam ficar distantes. É possível criar projetos e atividades em grupos e estimular a participação de todos. Focar na integração da turma e criar oportunidades de compartilhamento do que foi aprendido são boas atitudes a serem adotadas.

Por meio de fóruns de discussão, mensagens diretas e comentários durante as aulas, o professor consegue identificar o que o estudante aprendeu e o que precisa ser reforçado.

Novos formatos 

Muito além das aulas expositivas, o ensino a distância pede o uso de diferentes formatos de conteúdos como vídeos, filmes auxiliares, podcasts, infográficos, apresentações multimídias, entre outros.

O professor também pode estimular os alunos a desenvolverem projetos nas redes sociais, explicando a matéria através de áudios e vídeos, criando storyboards ou construindo textos criativos.

Tecnologia 

A tecnologia já despontou como aliada da educação. Por isso é tão importante investir em ferramentas como gamificação, realidade virtual e inteligência artificial. Assim, o professor consegue melhorar o interesse e o engajamento dos alunos e tornar o aprendizado mais eficiente.

Leia também: Como usar a tecnologia na educação. Ajude nos estudos e pesquisas dos seus alunos.

Biblioteca digital como ferramenta de estudo

Instrumento criado na esteira da popularização da tecnologia, a biblioteca digital é uma ferramenta valiosa de apoio ao ensino dos estudantes.

Com fácil acesso a bibliografias básicas e complementar, o acervo digital oferece diversas funcionalidades para alunos e professores.

A plataforma da Minha Biblioteca oferece assinatura de catálogos segmentados em 7 áreas do conhecimento (Medicina, Saúde, Jurídico, Exatas, Pedagogia, Letras & Artes, Sociais Aplicadas), que permitem ao aluno uma consulta rápida e eficiente aos principais ebooks acadêmicos.

Se a sua instituição de ensino ainda não assina a Minha Biblioteca, acesse nosso site, conheça as vantagens da plataforma e solicite uma proposta.

Baixe agora nosso ebook e saiba como montar um plano de aula do ensino superior atrelado às novas tecnologias!

Leave a comment