Blog

Inteligência artificial no ensino superior

Como a inteligência artificial impacta o ensino superior

tecnologia na educação é um assunto cada vez mais debatido. São diversos recursos inovadores que vêm revolucionando o ensino superior, como a inteligência artificial (IA).

Mas como será que uma inteligência similar à humana pode auxiliar nos processos educacionais? Exemplos práticos podem ajudar os gestores e educadores a terem o conhecimento necessário sobre o uso dessa inovação na educação.

Por isso, para esclarecer como utilizar esse recurso tecnológico, selecionamos conceitos e casos em que a IA já é aplicada nas universidades. Confira a seguir:

Sua instituição de ensino precisa de uma biblioteca digital? Solicite nossa proposta comercial!

Aprendizagem adaptativa e personalizada

Antes, era praticamente impossível oferecer um sistema educacional segundo as necessidades individuais de cada aluno. Mas, com a inteligência artificial, isso já começou a mudar.

Agora, a aprendizagem adaptativa passou a se tornar possível. Baseada nas experiências passadas de um estudante, essa inovação cria caminhos para o aprendizado no presente e fornece orientações futuras.

Dois exemplos são:

  • Autotutor, sistema de tutoria inteligente que utiliza a IA para conversar em linguagem natural com os alunos. O que produz ganhos no aprendizado;
  • Sistema Watson: em parceira com o grupo Pearson, o supercomputador usa processamento de linguagem natural. Assim, ajuda os alunos a melhorar seu aprendizado e permanecer no caminho certo para concluir seu curso.

Ler tambémTICs na educação: desafios das tecnologias de informação e comunicação

Sistemas de aconselhamento

Com a tecnologia na educação, já existem recursos que melhoram a experiência do estudante e facilitam a rotina universitária. Portanto, se torna mais simples lidar com questões como calendário de aulas, notas e avaliações.

A partir de soluções de inteligência artificial, os estudantes podem fazer perguntas usando linguagem natural e os sistemas fornecem respostas imediatas. Além disso, com o histórico de perguntas, as soluções vão melhorando com o tempo e se tornando mais assertivas.

Entre as tecnologias disponíveis, está o Genie, utilizado pela Universidade Deakin, na Austrália.

Aprendizagem de alunos com deficiência

Outro foco importante de atuação da tecnologia na educação é a aprendizagem de estudantes com deficiências. Inclusive, as inovações na área tem contribuído significativamente no desenvolvimento do aprendizado.

Entre as soluções, estão sistemas de IA que conseguem descrever conteúdos de texto e imagem para deficientes visuais, como o The Verge. Além de outros, como o ZDnet, que permite usar apenas o movimento dos olhos para ajudar deficientes físicos a digitar.

Melhor controle de aprendizagem

Fazer a gestão e o controle de aprendizagem depende de coletar e analisar dados para gerar relatórios. Mas, como sabemos, isso consome tempo e esforços, que poderiam ser direcionados a outras atividades necessárias para o bom andamento da universidade.

Neste cenário, surge a necessidade de otimizar os processos educacionais. E a inteligência artificial contribui para melhorar esse controle de aprendizado, já que permite análises bem detalhadas.

Além disso, os sistemas oferecem informações descritivas sobre o que está acontecendo, ajudam a traçar diagnósticos e a prever mudanças para melhorar os resultados.

Educause, por exemplo, é um sistema que proporciona a análise de aprendizagem preditiva.

Ler tambémComo o ensino superior ajuda na transformação promovida pela educação 4.0

Transformação de outros fatores da rotina universitária

Além de facilitar o ensino, a aprendizagem e o aconselhamento, a IA também está contribuindo com outros fatores da vida universitária. Isso inclui a pesquisa acadêmica, a comunicação entre colegas e as bibliotecas. Todos eles, certamente, são peças fundamentais para uma formação de excelência.

Neste cenário, a tecnologia na educação se faz cada vez mais presente e necessária. Com isso, é possível contar com solução para universidades que querem oferecer um diferencial importante aos seus alunos e professores.

E, para conquistar cada vez mais espaço no mercado, a sua instituição de ensino pode utilizar uma biblioteca digital, como a Minha Biblioteca. Trata-se de uma plataforma digital de livros com um acervo de mais de 7 mil títulos técnicos e científicos das mais variadas áreas do conhecimento.

Além de auxiliar na aprendizagem de alunos e formação de professores por meio da leitura, a Minha Biblioteca dispões de diversos recursos. São funcionalidades que ajudam na hora dos estudos e das pesquisas, como realces, anotações, marcadores de páginas, entre outros.

Quer saber mais sobre o funcionamento da plataforma? Então, acesse a nossa página ou solicite um trial gratuito agora mesmo!

Baixe agora nosso eBook e saiba como montar um plano de aula do ensino superior atrelado às novas tecnologias!