competências em educação a distância

Competências em educação a distância: qual o papel dos professores e tutores?

Com a necessidade das instituições de ensino superior investirem no EAD principalmente devido ao isolamento social, se tornou essencial otimizar a aprendizagem, criar novos planos de aula adaptados e desenvolver competências em educação a distância.

Afinal, é preciso adotar medidas para melhorar o aprendizado dos estudantes no ensino a distância e ajudá-los a desenvolver as novas competências necessárias neste cenário.

Vale lembrar que, até o início de junho, 78% das instituições de ensino superior brasileiras migraram do modelo presencial para o remoto, segundo pesquisa da Educa Insights. Além disso, o Ministério da Educação autorizou que os cursos tenham apenas aulas online até o fim do ano.

Logo, neste contexto, os professores e tutores têm papel fundamental para ajudar os alunos na construção das competências em educação distância.

Leia também: Tecnologias educacionais: como evitar erros na migração para o EAD

Principais competências em educação a distância

Para entender como os professores podem apoiar os estudantes, é importante conhecer quais são as competências a serem desenvolvidas. Elas estão relacionadas principalmente aos campos tecnológicos, socioemocionais, cognitivos e de gestão.

Assim, é possível identificar algumas competências que são essenciais para os estudantes na educação a distância, como:

É importante destacar que, conceitualmente, as competências são um conjunto de habilidades desenvolvidas de forma harmônica a fim de atingir um objetivo específico, solucionar um problema ou lidar com uma situação nova. 

Neste caso, o objetivo pode ser a formação ou capacitação em uma profissão, o entendimento pleno de como estudar a distância, tirando o melhor proveito das aulas nesta modalidade, entre outros.

Como os professores podem apoiar o desenvolvimento de competências

Para vencer os desafios da educação a distância no ensino superior e apoiar a construção de novas habilidades dos alunos, os professores e tutores devem ter uma atuação ativa. Para isso, devem organizar e dirigir situações de aprendizagem, trabalhar em equipe e usar ferramentas de diferenciação.

Assim, é possível garantir que os estudantes universitários tenham apoio para atingir as competências necessárias para a educação a distância.

Para alcançar esses resultados, os docentes podem contar com diversos modelos de aprendizagem. Confira os 4 principais: 

1. Gamificação

Este modelo promove o ensino a distância como se fosse um jogo, com fases e prêmios conforme a evolução do aluno no game. Esta prática interativa faz com que aumente a disciplina, concentração e prenda a atenção dos estudantes nas atividades de aprendizado, unindo conhecimento teórico com situações reais.

Além disso, a gamificação estimula outras habilidades como a capacidade de superar problemas, criatividade, proatividade, entre outros.

2. Laboratórios a distância

Os professores e tutores podem estimular as competências em educação a distância com a simulação de experimentos em laboratórios por meio da internet. Com isso, é possível promover o acesso dos estudantes a ferramentas e tecnologias, melhorando o processo de aprendizado e desenvolvendo novos conhecimentos e habilidades.

Leia também: Como os tutores podem ajudar a combater a evasão no EAD

3. Intensificação do uso de tecnologias

Novos formatos de apresentação do conteúdo, metodologias ativas e, principalmente, tecnologias são usados para facilitar a educação a distância. Os recursos e ferramentas, sejam plataformas de aprendizagem, biblioteca digital, inteligência artificial ou outros, são essenciais para aumentar a interação, a comunicação, o engajamento e a aprendizagem.

4. Avaliação online em tempo real

Um dos desafios da educação a distância é a questão do processo de avaliação. Mas uma prática que pretende superar esta adversidade é a avaliação online e em tempo real. Neste modelo, os professores podem usar tecnologias interativas para troca de ideias, perguntas e respostas, e análise do conhecimento dos alunos.

Leia também: Aprendizagem a distância: como superar os desafios da avaliação

Qual a importância da biblioteca digital?

Toda essa estratégia de desenvolvimento de competências em educação a distância é ainda mais eficaz com o apoio de soluções tecnológicas. A biblioteca online apoia o modelo de EAD e ensino híbrido, garantindo mais autonomia aos alunos no acesso ao conhecimento.

Com fácil consulta a livros digitais de diversas áreas, a Minha Biblioteca fornece acervo online completo para estudantes e professores a qualquer hora e em qualquer lugar. Basta ter um smartphone, tablet ou computador com internet.

São catálogos especializados nos campos de Saúde, Medicina, Jurídico, Exatas, Pedagogia, Letras & Artes e Sociais Aplicadas.

Assim, com praticidade e conveniência, os alunos podem estudar, fazer pesquisas e trabalhos, com a melhor e mais atualizada bibliografia em texto completo de autores renomados. Já os docentes podem indicar as obras necessárias para os estudos e fazer planos de aulas utilizando o acervo digital de e-books.

Além disso, a plataforma Minha Biblioteca ainda conta com funcionalidades importantes para facilitar o aprendizado, como realces, anotações, marcação de página e busca por palavra-chave. Se a sua instituição de ensino superior ainda não assina a Minha Biblioteca, entre em contato para conhecer os benefícios e solicitar uma proposta comercial.

Baixe nosso material e saiba como o MEC avalia a implementação de biblioteca digital nas instituições de ensino superior.

Leave a comment