inovação tecnológica na educação

Como usar a inovação tecnológica na educação para ensinar a geração Z

A geração Z formada pelos nascidos entre meados dos anos 1990 até início de 2010, é a que atualmente está chegando às instituições de ensino para iniciar sua formação acadêmica. Por isso, mais do que nunca, a inovação tecnológica na educação será fundamental para manter estes novos alunos engajados em sala de aula.

Diferentemente das gerações anteriores, a geração Z nasceu e cresceu paralela à tecnologia e este fato é crucial para entender os desejos e anseios dos jovens, que esperam encontrar nas instituições de ensino os mesmos recursos digitais tão comuns no seu  dia a dia.

Cabe agora às instituições de ensino se adaptarem para que a inovação tecnológica na educação não seja apenas mais uma ferramenta em sala de aula e sim uma mudança de comportamento.

Quem é a geração Z?

Os jovens da geração Z já nasceram conectados e por isso a otimização do tempo é primordial. Eles executam várias tarefas ao mesmo momento e buscam sempre novas experiências.

Mesmo estando em diferentes lugares do planeta, a tecnologia permitiu uma maior socialização das pessoas, afinal a conexão pode ser feita em questão de segundos.

Estas características fazem com que os jovens da geração Z sejam mais imediatistas e impacientes, mas também são mais críticos, proativos e tem sede de conhecimento.

Outro ponto em comum dessa geração é ser mais receptiva à tecnologia como um todo, estando sempre antenada às novidades e tendências.

Quais são os objetivos e as dificuldades da geração Z?

Antes de entender como a inovação tecnológica na educação pode ser útil para a geração Z é preciso compreender quais são os principais objetivos deste grupo de jovens.

A geração Z tem valores próprios e está em busca de capacitação e qualificação, mesmo que não seja no modelo tradicional de educação. Os chamados nativos digitais querem conteúdo com alto nível de excelência, diverso e plural.

Por acreditar em seu potencial empreendedor, a geração Z não vê o emprego fixo e a carreira estável como objetivos para o futuro. No entanto, os jovens são mais bem informados e conscientes quanto ao dinheiro, se comparados às outras gerações.

No entanto, o imediatismo com o qual foram criados também traz alguns problemas como a dificuldade de concentração e a capacidade de perder o foco rapidamente.

Como educar a geração Z?

Com tantas particularidades, ensinar para a geração Z é um dos maiores desafios das atuais instituições de ensino. Por esta razão, a inovação tecnológica na educação surge como uma forte aliada neste contexto.

Usar a tecnologia para otimizar o aprendizado dos estudantes da geração Z já não é mais um diferencial e sim uma condição básica para garantir a perenidade do negócio.

Mesmo com a forte presença da tecnologia no meio educacional, a imagem do professor ainda é muito importante para o aprendizado e o desenvolvimento.

Inovação tecnológica na educação: o segredo está no online

A chave para conquistar o aluno da geração Z está no online. A instituição de ensino que investir em métodos tecnológicos estará à frente dos concorrentes na questão da inovação tecnológica na educação.

O uso do celular em sala de aula já não é mais uma barreira. O dispositivo deve ser encarado como um aliado do professor.

Outra pesquisa realizada pela Adweek mostra que 36% da geração Z assiste a aulas online, 20% lê livros didáticos em tablets e 32% trabalha online com colegas de classe.

Vídeos são a fonte de informação preferida dos alunos da geração Z, seguida por atividades em grupo e aplicativos de aprendizagem ou jogos.

Inovação tecnológica na educação: conceitos práticos

A instituição de ensino que preza por oferecer as melhores condições de ensino aos estudantes deve estar atenta às tendências da área, como:

Gamificação: os padrões de jogos são usados para motivar e reforçar o aprendizado. Ao despertar a curiosidade dos alunos, a técnica busca aumentar o engajamento por meio de desafios.

Realidade aumentada: por meio de câmeras ou sensores, a realidade aumentada é uma tecnologia que integra elementos do mundo real com informações virtuais.

Realidade Virtual: é uma tecnologia de interface entre o usuário e o sistema operacional por meio de recursos gráficos.

Inteligência Artificial: os algoritmos são utilizados para solucionar problemas reais. O processo de aprendizagem passa a ser personalizado.

Biblioteca online: a Minha Biblioteca como ferramenta de inclusão

Os alunos nascidos na era digital buscam instrumentos que estejam no seu dia a dia incentivando a leitura, aprendizado e socialização.

A biblioteca digital Minha Biblioteca tem milhares de títulos acadêmicos e oferece acesso ao texto completo das principais obras de referência em qualquer local e horário. Basta ter um dispositivo móvel conectado à internet.

A Minha Biblioteca reforça, ainda, os laços de pertencimento entre a instituição de ensino e os alunos, pois permite maior praticidade e flexibilidade.

Se a sua instituição de ensino ainda não utiliza a Minha Biblioteca, entre em contato conosco e descubra todas as vantagens.

Leave a comment

dois × cinco =