como projetos integradores podem melhorar a educação a distância nas IES

Como projetos integradores podem melhorar a educação a distância nas IES

A pandemia do novo coronavírus veio para transformar a educação a distância. Agora, as instituições de ensino superior precisam se reinventar e oferecer novas metodologias para engajar os alunos.

De acordo o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp), a desistência dos estudantes no ensino superior deve aumentar de 30% para 40% até o fim de 2020. Já a captação de novos alunos, conhecidos como calouros, pode cair até 70% este ano.

Estes dados mostram que as instituições de ensino devem investir ainda mais na educação a distância. Apesar das dificuldades do período, como maior inadimplência, aumento da evasão, pressão por descontos e dificuldades na adaptação ao EAD, as instituições têm a oportunidade de apresentar novos caminhos a estudantes e professores.

Projetos integradores como solução para engajar a educação a distância

Neste contexto, no qual as atividades remotas foram liberadas até o final do ano, de acordo com a Portaria nº 544, as instituições precisaram se adaptar e os projetos integradores surgem como uma opção útil.

Os projetos integradores na educação a distância buscam absorver os componentes curriculares para motivar os alunos a criar algo concreto como um protótipo, por exemplo.

Com estes projetos, os alunos tendem a desenvolver habilidades técnicas e comportamentais, além do senso de responsabilidade social. A ideia é construir o conhecimento e aplicá-lo junto com as experiências dos estudantes.

Leia também: Como prender a atenção dos alunos de graduação nas aulas a distância

Como a instituição pode incentivar os projetos integradores?

A união das disciplinas é fundamental nos projetos integradores e permite gerar um resultado positivo. Para isso, é necessário um planejamento coletivo, no qual os professores possam selecionar conteúdos de forma coletiva. Com isso, o processo de aprendizagem se torna mais fácil, pois os alunos constroem um sentido para o que é ensinado.

As instituições de ensino devem estar abertas para criar um espaço de discussão entre os principais integrantes do processo de aprendizagem

A dica fundamental é sempre engajar os professores em um trabalho coletivo para que eles estejam a serviço da aprendizagem e desenvolvimento do estudante.

Saiba mais: Competências em educação a distância: qual o papel dos professores e tutores?

Projetos integradores na metodologia híbrida

Além de serem usados na educação a distância, os projetos integradores também podem e devem ser adotados nas instituições com ensino híbrido, o qual deve ser retomado no pós-pandemia.

Vale lembrar que a metodologia híbrida concilia as características da educação a distância com a flexibilidade do acesso remoto às aulas e aos recursos audiovisuais, com a excelência do ensino presencial.

A metodologia híbrida, ou ensino híbrido, pode ser dividida em 3 aspectos:

Metodologia instrucional: tem como objetivo fornecer conhecimentos necessários para que o estudante desenvolva as competências e inteligência de ensino.

Metodologia experiencial: também conhecida como Metodologia Ativa, busca o desenvolvimento de competências, ao colocar em prática situações e procedimentos para motivar e engajar os alunos.

Metodologia experimental: visa a criação de conhecimentos, por meio de pesquisa aplicada, experimentos laboratoriais e simulações.

Ou seja, os projetos integradores têm muito a ver com as metodologias aplicadas no ensino híbrido e que visam a construção de competências por novos meios.

Como a biblioteca digital ajuda na implementação dos projetos integradores

As bibliotecas digitais são ferramentas que ganharam ainda mais importância no contexto da pandemia do novo coronavírus.

Com a plataforma, é possível acessar os livros em qualquer horário e lugar. Basta ter um dispositivo com internet disponível.

Para realizar e implementar os projetos integradores entre disciplinas, as bibliotecas virtuais, como a Minha Biblioteca, são essenciais, porque oferecem conteúdo de ebooks com texto completo, confiável e de qualidade, de autores renomados, com edições sempre revisadas e atualizadas.

É tudo o que os estudantes precisam para se debruçar em pesquisas e no desenvolvimento de projetos. 

Conheça a Minha Biblioteca

A Minha Biblioteca é a ferramenta ideal para instituições de ensino que buscam dar acesso a conteúdos relevantes para alunos e professores.

Com obras de todas as áreas de conhecimento, a ferramenta oferece vantagens e benefícios para toda a comunidade acadêmica.

Baixe nosso material e saiba como o MEC avalia a implementação de biblioteca digital nas instituições de ensino superior.

Leave a comment