educação a distância no brasil

Educação a distância no Brasil: como lidar com os desafios da aprendizagem remota

A educação a distância no Brasil passa por um momento único. Apesar do cenário conturbado devido à pandemia do novo coronavírus, este contexto tende a estimular as instituições de ensino superior a encontrarem alternativas.

Nos últimos anos, a educação a distância no Brasil já vinha superando os cursos presenciais em número de vagas oferecidas. Segundo dados do Censo da Educação Superior, em 2018, foram ofertadas 7,1 milhões de vagas nos cursos de educação a distância e 6,3 milhões em cursos presenciais.

Agora, todas as instituições precisaram se adequar para continuar oferecendo conteúdo no contexto do isolamento social recomendado pelas autoridades de saúde. Ou seja, é preciso adaptar processos, metodologias de ensino, sistemas de avaliação e toda a gestão educacional para o modelo EAD.

Leia também: Planejamento de aula: 6 dicas para professores se adaptarem para o EAD

Os desafios da educação a distância no Brasil

Com estas profundas transformações pela quais a sociedade vem passando, o setor educacional como um todo também precisou se adaptar. Alunos, professores e as próprias instituições alteraram sua rotina e, com isso, só cresceram os desafios a serem enfrentados.

No âmbito administrativo, vale ressaltar a portaria do Ministério da Educação (MEC) que possibilitou às instituições oferecerem toda a carga horária com disciplinas a distância durante a pandemia.

Para as instituições de ensino superior que já ofereciam este modelo de aulas, a adaptação foi um pouco mais branda do que para aquelas que ainda não estavam inseridas neste cenário.

Alunos e professores também precisaram deixar a zona de conforto para aprenderem novas habilidades e explorarem outras aptidões.

Lições da educação a distância no Brasil para enfrentar a pandemia

Diversos são os aprendizados que alunos, professores e instituições de ensino têm acumulado nos últimos meses. Afinal, enfrentar os desafios para facilitar a aprendizagem remota envolveu a todos.

Alunos: precisaram se adaptar à educação a distância em tempo integral. Se antes havia o contato em sala de aula, agora o convívio e as atividades acontecem de forma remota.

Os alunos precisaram se ajustar ao novo ensino online, contando com ferramentas como o  catálogo de livros virtuais para ampliar o conhecimento adquirido em aula.

Professores: precisaram adaptar o plano de aula presencial para ao ensino a distância por meio digital. Mais do que aprender a usar as tecnologias, os professores precisaram se adaptar a lidar com as câmeras.

O uso de metodologias ativas de ensino foi fundamental para atrair a atenção dos alunos, já que, no ambiente online, as distrações são ainda mais fortes que presencialmente.

Instituições: para as universidades, coube o papel de promover a personalização e humanização do ensino, além de fomentar novos formatos de aula para engajar e reter os alunos.

Os responsáveis pelas instituições também precisaram desenvolver novas formas de avaliação que refletissem o momento atual. Além disso, incentivar o uso de tecnologias como realidade aumentada e inteligência artificial estão entre as habilidades esperadas nas lideranças acadêmicas.

A biblioteca digital como ferramenta de inclusão

Antes do isolamento social, a biblioteca digital já era uma grande aliada dos alunos, professores e instituições na educação a distância no Brasil. Isso porque oferece conveniência, praticidade, facilidade de acesso aos ebooks e consulta rápida aos títulos.

Com o isolamento social recomendado pelas autoridades de saúde e a suspensão das aulas presenciais, a biblioteca digital ganha ainda mais importância. 

O amplo acervo com obras em texto completo de autores renomados faz com que a biblioteca digital se torne um recurso essencial para os alunos que precisam ter acesso aos títulos mais relevantes para suas pesquisas, estudos e trabalhos acadêmicos.

Conheça a Minha Biblioteca

A Minha Biblioteca é uma biblioteca digital que oferece assinatura de catálogos segmentados em áreas do conhecimento como: Exatas, Medicina, Saúde, Pedagogia, Letras e Artes, Jurídica e Sociais Aplicadas.

As obras podem ser acessadas a qualquer hora e de qualquer lugar. Basta estar conectado à internet em qualquer dispositivo para consultar os materiais.

Criada para fortalecer o vínculo entre alunos e professores, a Minha Biblioteca é fundamental principalmente nestes tempos de pandemia, quando o isolamento social é a principal recomendação das autoridades de saúde.

Se a sua instituição de ensino ainda não assina a Minha Biblioteca, entre em contato e conheça todos os benefícios que a plataforma oferece.Baixe nosso ebook e saiba tudo sobre a Avaliação do MEC, inclusive como aumentar o conceito da sua instituição de ensino superior!

 

Leave a comment

2 + 18 =