competências em educação a distância

Competências em educação a distância: como melhorar o aprendizado dos alunos

A questão das competências em educação a distância nunca estiveram tão em alta. O atual cenário de isolamento social – com o avanço da pandemia de Covid-19 – tem provocado profundas transformações na sociedade como um todo. E a educação não deixou de ser impactada.

A suspensão das aulas presenciais em instituições de ensino mundo afora e a necessidade de uma rápida adaptação à educação a distância fez com que a busca por competências se tornasse o pilar para a otimização do ensino e aprendizado dos alunos.

Vale lembrar que a discussão sobre as competências em educação a distância não é recente. Pelo contrário. Cada vez mais falar sobre o tema tem se tornado urgente e necessário. Principalmente para os gestores das instituições de ensino.

A importância das competências em educação a distância

O modelo tradicional de aulas expositivas já não dialoga mais com o atual contexto dos alunos. Inseridos em um mundo tecnológico e virtual, os estudantes esperam que as instituições ofereçam condições para enfrentar as atuais demandas da sociedade.

O que se espera das instituições de ensino, principalmente, quanto às competências em educação a distância é o ensino conectado a todas as áreas do saber.

Ou seja, já não há mais espaço para matérias fragmentadas e avaliações únicas ao fim do semestre. A ideia agora é focar na teoria, unindo conhecimentos, motivações, valores, recursos, atitudes e habilidades para proporcionar ações mais eficazes.

Mais do que conteúdo da matriz curricular, o ensino das competências em educação a distância busca levar o estudante a desenvolver habilidades como pensar criticamente, trabalhar em equipe e despertar a curiosidade.

Leia também: Como prender a atenção dos alunos de graduação nas aulas a distância

Como desenvolver habilidades para facilitar o aprendizado dos alunos?

Tanto os alunos dos cursos presenciais, quanto os alunos dos cursos a distância precisam desenvolver habilidades que extrapolem o conteúdo das disciplinas. As principais habilidades são:

Habilidades práticas: a proatividade, a comunicação e a resolução de problemas são competências que devem fazer parte do modelo apresentado pelos professores em sala de aula. Ensinar como solucionar questões reais é uma das premissas da nova educação.

Cognitivas: a curiosidade, a autonomia, a reflexão e a crítica devem sempre ser estimuladas. A ideia aqui é fazer com que o aluno busque ampliar o conhecimento adquirido em sala de aula para criar conexões que melhorem seu desempenho.

Técnicas: aumentar a capacidade para lidar com ciência, tecnologia, engenharia e matemática é essencial nos tempos atuais, nos quais é recomendável ter uma visão macro de todas as áreas.

Sociais: interação, cooperação e valorização são competências que não estão presentes nos livros e exercícios, mas devem ser exploradas pelos professores para criar os vínculos necessários, principalmente entre os alunos.

Emocionais: a capacidade de persistência e disciplina podem ser ensinadas por professores como algo a ser trabalhado e conquistado aos poucos. É preciso ser resiliente para se adaptar às mudanças.

Leia também: Humanização da educação: qual o papel do professor e da tecnologia?

Como a tecnologia favorece as competências em educação a distância?

As chamadas Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) surgiram como instrumentos facilitadores da educação e são ferramentas que se popularizaram nos últimos anos.

As salas de aula virtual, por exemplo, podem ser ambientes dinâmicos que promovem maior interação entre alunos e professores, aumentando o engajamento durante as atividades.

Realidade aumentada e inteligência artificial são outros fatores que surgiram para facilitar o aprendizado dos estudantes e tornar as aulas mais envolventes.

E as bibliotecas digitais despontaram como ambientes que proporcionam facilidade aos estudantes e apoio aos professores que indicam livros virtuais com acesso a informações em texto completo e confiáveis.

Conheça a Minha Biblioteca

A Minha Biblioteca é uma plataforma digital que reúne um amplo acervo de obras acadêmicas, em português, de autores renomados em vários campos do conhecimento.

Através do modelo de assinatura de catálogos segmentados por área, a Minha Biblioteca é recomendada para instituições de ensino superior, pois oferece aos alunos e professores praticidade e conveniência de acesso ao texto completo dos ebooks. 

Os alunos contam com diversas funcionalidades que facilitam a leitura e o aprendizado como sistema de busca por palavras-chave, marcadores de página e realce de cor em trechos do conteúdo.

Já os professores contam com recursos para apoiar a elaboração do plano de aula e também podem indicar obras reconhecidas pela literatura acadêmica.

Em tempos de isolamento social, a tecnologia desponta como aliada na promoção e desenvolvimento das competências em educação a distância. Se a sua instituição de ensino ainda não assina a Minha Biblioteca, acesse o site, conheça as vantagens e solicite uma proposta.

Baixe nosso ebook e saiba tudo sobre a Avaliação do MEC, inclusive como aumentar o conceito da sua instituição de ensino superior!

Leave a comment

11 − um =