educação do futuro

Educação do futuro: como melhorar e transformar a prática docente

O papel do professor é de suma importância para a educação do futuro. Afinal, muitos são os problemas que os docentes enfrentam em sala de aula e precisam superar para transmitir o conhecimento e ensinar os alunos.

Estudo realizado pelo Instituto Península em parceria com a PS2P – Observatório de comportamento e cultura –, o Observatório do Professor mostra quais são os principais desafios. Mas também indica os caminhos de atuação para conseguir uma educação de qualidade para todos.

Leia também: Como aumentar a motivação para professores do ensino superior

Educação do futuro: como melhorar a prática docente

A pesquisa ouviu 30 pessoas de diferentes níveis educacionais e coletou mais de 3 mil horas de entrevistas. Além disso, acompanhou 10 vivências em sala de aula com 60 horas de filmagem e 20 diários online preenchidos pelos professores.

Com todo este material em mãos, foi possível chegar a seis elementos essenciais na formação e no perfil dos professores. Estes interferem diretamente na prática docente e, por isso, têm impacto na educação do futuro. Veja quais são eles:

– Identidade: as histórias de vida determinam a prática educacional;

– Reciprocidade: a figura do professor-referência influenciou o desejo de se tornar educador;

– Afeto: a relação entre professor e aluno é fundamental na prática docente;

– Ambiente: o espaço da instituição de ensino, contando com sala de aula, laboratórios e outros, são importantes para a experiência educacional;

– Coletividade: a maioria dos professores não se sente parte de um projeto de ensino;

– Reputação: a escola pública ainda está envolta em um conjunto de simbolismos e preconceitos.

Leia tambémEducação inclusiva: como deve ser a formação do professor universitário

Quais são os maiores problemas da carreira?

As entrevistas coletadas mostram que diversos são os problemas enfrentados pelos professores, tanto de universidades como de escolas. E tais dificuldades ocorrem seja na sala de aula ou no contexto educacional. Entre as principais, vale destacar:

Solidão – muitos docentes acham que são sozinhos e dizem não se sentirem como parte do projeto escolar. Há relações cordiais, mas não existe um senso de coletividade.

Falta de diálogo – os professores não encontram espaço para debater temas pertinentes, como racismo e questões de gênero, por exemplo.

Impotência – por se sentirem sozinhos, os professores não conseguem ajudar os alunos quando a questão depende de outros profissionais como assistentes sociais e psicólogos.

No entanto, atuar como docente não traz apenas medos e inseguranças. A profissão também proporciona alegrias. O que ajuda o docente em sua caminhada e propicia o contexto necessário para colocar em prática a educação do futuro.

Veja as alegrias do profissional, segundo a pesquisa do Observatório do Professor:

Orgulho – muitos docentes têm orgulho do que já conquistaram e o patamar que alcançaram, seja na carreira pública ou na própria graduação.

Retorno – com o retorno dos alunos, seja em forma de afeto ou na aprendizagem, os docentes ganham maior qualidade de vida.

Reconhecimento – a valorização pela direção da instituição de ensino faz com que o professor veja seu trabalho dando frutos.

Leia também7 ferramentas para professores que atuam em IES

Problemas x conquistas dos professores

Como visto, há uma série de problemas e conquistas no dia a dia dos professores nas instituições de ensino. Como resultado do levantamento, fica claro que ainda há muito o que deve ser feito para melhorar a prática docente e a educação do futuro.

O caminho para esta transformação é longo e conta com uma ajuda que vem modificando diversos setores sociedade: a tecnologia.

Tecnologia como aliada da educação do futuro

No atual cenário, um desafio para os docentes está relacionado à implementação da tecnologia em sala de aula. Afinal, essas ferramentas são responsáveis por ser uma ponte entre educador e corpo discente. O que ajuda ambos os lados a dialogarem e colocarem temas pertinentes na conversa.

Portanto, é preciso dar a devida importância para os novos recursos tecnológicos para otimizar o aprendizado e proporcionar a educação do futuro. Hoje em dia, já é possível contar com soluções de inteligência artificialrealidade aumentadablockchain e outras inovações.

Mas, além dessas opções e das inúmeras ferramentas disponíveis, há uma novidade fundamental para a aproximação de alunos e professores no ensino superior: a biblioteca digital. Afinal, ela agiliza a pesquisa e o estudo, facilita a vida dos docentes na elaboração de aulas e indicação de livros.

Outra vantagem da biblioteca é que o acesso é 24 horas, de qualquer lugar com internet, e de forma ilimitada. Assim, é possível alcançar a educação do futuro, conectada, com meios de pesquisa em tempo real e grande acervo de títulos acadêmicos.

Leia tambémComo aproveitar os benefícios da biblioteca online na docência

Conheça a Minha Biblioteca

Com mais de 7 mil títulos técnicos e acadêmicos disponíveis para consulta, a Minha Biblioteca oferece o acesso a obras multidisciplinares em uma plataforma online, a qualquer hora e de qualquer lugar.

São livros de Direito, Administração, Pedagogia, Saúde e outros campos do conhecimento à disposição de professores e alunos.

Para os docentes, a Minha Biblioteca ainda facilita a elaboração do plano de aula, o que ajuda no dia a dia do trabalho.

Se a sua instituição de ensino ainda não conta com a Minha Biblioteca, peça para que a direção entre em contato e solicite um trial.

Baixe agora nosso eBook e saiba como montar um plano de aula do ensino superior atrelado às novas tecnologias!

Leave a comment

3 × 2 =