Blog

Sua instituição acompanha os avanços tecnológicos?

Veja as tendências, desafios e desenvolvimentos essenciais para o ensino superior

Em um mundo cada vez mais vinculado ao ambiente digital, o ensino superior é reinventado constantemente para acompanhar o desenvolvimento das tecnologias e suprir as necessidades dos nativos digitais. Desse modo, diversos reitores estudam maneiras de implementar recursos tecnológicos para otimizar os espaços e metodologias de aprendizagem.

Uma organização sem fins lucrativos dos Estados Unidos, que atua no segmento de ensino superior, elaborou o relatório NMC Horizon Report: 2018 Higher Education Edition. O estudo identificou as principais tendências, desafios e desenvolvimentos fundamentais para o ensino superior.

O relatório foi elaborado de acordo com discussões feitas por 71 especialistas, identificando os principais impactos ao longo de cinco anos para adoção de práticas atualizadas no ensino superior. Ao longo do artigo de hoje, vamos identificar as principais práticas e desafios de longo, médio e curto prazo para inovar no ensino superior. Continue acompanhando!

Baixe nosso whitepaper e saiba como o MEC avalia a implementação de biblioteca digital nas instituições de ensino.

Entenda as principais tendências para o ensino superior

O relatório identificou que o ensino superior necessita repensar as estratégias e metodologias para mensurar e demonstrar a aprendizagem dos alunos. Além disso, ressaltou também a importância de desenvolver competências mais complexas, como a criatividade e a habilidade de trabalhar em grupo.

Leia também: Habilidades do século 21: entenda as competências socioemocionais dos universitários

Os estudos também apontaram os principais fatores que otimizam a visualização de dados de forma multidimensional e portátil. Como, por exemplo, os softwares de mineração somados aos avanços da aprendizagem móvel e a educação online.

Além de identificar que durante um período de um e dois anos, as instituições de ensino superior necessitam da reformulação dos espaços de aprendizagem. Ou seja, proporcionar mobilidade, flexibilidade e a utilização de vários dispositivos tecnológicos para otimizar os processos de aprendizagem na graduação.

Já no período de três e cinco anos, a principal tendência é a facilitação do acesso à informação por meio de recursos educacionais abertos. Dessa forma, as IES vão disponibilizar materiais gratuitos para que alunos de todos os lugares acessem.

Conheça os desafios do ensino superior

O estudo é responsável por retratar os principais desafios para o desenvolvimento do ensino superior, como a necessidade de promover experiências de aprendizado capazes de preparar os alunos para desafios do mercado de trabalho e a vida.

As instituições de ensino superior devem disponibilizar um aprendizado autêntico, promovendo conhecimentos e habilidades essenciais. Já em um nível mais avançado, está a necessidade de reorganizar a composição das organizações, reduzindo a hierarquia para capacitar os estudantes para o novo mercado de trabalho.

O relatório também abordou desafios mais complexos, como a necessidade de lidar com pressões políticas e econômicas no ensino superior. Afinal, alunos de camadas mais pobres encontram dificuldades para chegar às universidadesexigindo ações preventivas e corretivas para mudar essa realidade.

Desenvolvimentos fundamentais para o ensino superior

O relatório também identificou os principais desenvolvimentos fundamentais para o ensino superior, categorizados de acordo com o tempo necessário para adoção. Como, por exemplo, os recursos e tecnologias analíticas (cerca de um ano ou menos), tecnologias de aprendizagem adaptativas e tecnologias de inteligência artificial (cerca de dois a três anos).

Leia também: Tecnologia da informação: como a inteligência artificial pode ajudar o ensino superior

Entre os desenvolvimentos de longo prazo estão: a realidade mista e robótica no cotidiano das universidades e do ensino superior.

Como a Minha Biblioteca contribui para o desenvolvimento do ensino superior?

Minha Biblioteca é uma plataforma digital de livros intuitiva e inovadora. Formada pelas quatro principais editoras acadêmicas do país (Grupo A, Grupo Gen-Atlas, Manole e Saraiva), garante o acesso aos melhores conteúdos técnicos e científicos por meio de qualquer dispositivo com internet.

A plataforma disponibiliza mais de 7 mil títulos acadêmicos entre as principais publicações das diversas áreas de conhecimento, como ciências sociais aplicadas, direito, saúde, entre outras. Além disso, a biblioteca digital evita filas de espera e otimiza a discussão de obras durante as aulas, além de auxiliar os professores na elaboração do plano de aula.

Para contar com os benefícios e as funcionalidades da Minha Biblioteca para a sua instituição de ensino, entre em contato conosco e solicite um trial da plataforma.

Chegou a hora de testar a Minha Biblioteca na prática. Solicite seu trial!