instituições de ensino superior no brasil

Panorama das instituições de ensino superior no Brasil: evoluções e melhorias

O mapa das instituições de ensino superior no Brasil ainda mostra uma distribuição desigual entre as regiões, com predomínio do Sudeste. Mas uma nova tendência na educação superior brasileira ganha força: o crescimento do número de vagas na modalidade a distância.

Com base em dados do Censo da Educação Superior 2011, a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), em parceria com o CNE (Conselho Nacional de Educação), elaborou o estudo Panorama e Diagnóstico da oferta e qualidade da Educação Superior Brasileira em 2013.

O levantamento traz inúmeros dados sobre a divisão do ensino superior no país, como:

  • Quantidade de instituições de ensino superior no Brasil;
  • Distribuição entre faculdades, universidades, centros universitários e outras classificações;
  • Expansão do ensino EAD.

Vamos entender melhor? Continue a leitura a seguir!

Instituições de ensino superior no Brasil por regiões

Com 41,9% da população brasileira, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a região Sudeste domina o ranking. No total, os 4 estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo) possuem 1.157 instituições de ensino superior no Brasil, segundo indicadores do Inep.

Na segunda colocação está a região Nordeste, com 432. Em seguida, vem o Sul do país que soma 389 instituições de ensino superior no Brasil. O Centro-Oeste com 235 e o Norte com 152 fecham a lista.

Alguns fatores ajudam a explicar o cenário atual e contribuíram para este mapa ainda desigual no número de locais de ensino superior. Afinal, como São Paulo é o estado mais rico da nação e o Rio foi capital do Brasil por muito tempo, as instituições permanecem concentradas no Sudeste.

No entanto, com o passar dos anos, é visível que há um processo de ‘interiorização’ das instituições de ensino superior. E, a cada dia, surgem novos polos pelo país. O Nordeste, por exemplo, aumentou sua participação no número de instituições no Brasil, passando de 10,6% do total, em 1979, para 21,1%, em 2017.

Leia também: Educação inclusiva: os principais desafios no ensino superior

Evolução da educação superior no Brasil 

Apesar dos números promissores, ainda há muito o que se feito pela educação superior brasileira.

Relatório publicado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o “Education at a Glance“ avaliou as 45 nações membros ou parceiras da organização.

Segundo o estudo, apenas 21% dos brasileiros de 25 a 34 anos têm ensino superior completo. Enquanto, a média dos países que fazem parte da OCDE é em torno de 44%.

Para melhorar este cenário, é preciso fortalecer as instituições de ensino superior no Brasil. Ou seja, é necessário investir maciçamente nos professores, na melhoria da qualidade do ensino, no desenvolvimento de pesquisas e em tecnologia.

Leia também: Inovação na educação: saiba como transformar sua instituição de ensino

Tecnologia como aliada das instituições de ensino superior

Pela primeira vez na história, o Censo da Educação Superior mostrou que o número de vagas no ensino superior a distância (EAD) superou as oportunidades em cursos presenciais.

Divulgado pelo Ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Censo mostra o panorama desta modalidade de ensino no país em 2018.

De acordo com o levantamento, no ano passado, foram oferecidas 7.170.567 vagas remotas, contra 6.358.534 vagas presenciais.

Estes números comprovam uma tendência: a popularização da tecnologia tem incentivado a busca por novos conhecimentos.

Leia também: Educação do futuro: entenda as novas metodologias do ensino superior

Biblioteca digital como instrumento de ensino

Uma das ferramentas que contribui para melhorar a educação universitária e ajudar instituições de ensino superior no Brasil, professores e alunos é a biblioteca digital.

Com ela é possível acessar diversos livros em qualquer hora e lugar ou seja, o conteúdo está na palma da mão.

Um exemplo de biblioteca digital, é a  Minha Biblioteca. Uma plataforma online que disponibiliza mais de 7 mil títulos em seu acervo dos mais variados campos do conhecimento, como direito, medicina, contabilidade, engenharia, entre outros. Além de oferecer diversas ferramentas de estudos como realces, anotações e marca páginas.

Verifique se sua instituição oferece os serviços da Minha Biblioteca e aproveite todas essas vantagens.

Leave a comment

3 × 4 =