Blog

Aplique a educação socioemocional na sua instituição de ensino superior

Como trabalhar a educação socioemocional no ensino superior

Os dias atuais exigem que os indivíduos estejam preparados para enfrentar desafios e trabalhar em conjunto para superar as adversidades. Neste cenário, as instituições de ensino podem e devem apostar na educação socioemocional para preparar os seus estudantes.

Isso vai ajudar os jovens a desenvolverem competências para lidar com as adversidades da vida acadêmica e do mercado de trabalho.

O fato é que o mundo VUCA (do inglês, Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade) está em constante evolução e inovação. Por isso, demanda um investimento nas habilidades socioemocionais.

Ler também4 aspectos que comprovem a qualidade de uma IES

Baixe nosso whitepaper e saiba como o MEC avalia a implementação de biblioteca digital nas instituições de ensino.

Mas qual é a importância da educação socioemocional?

Somente os conteúdos curriculares não parecem mais satisfazer a sociedade atual. Inclusive, hoje em dia, o aprendizado socioemocional não se deve limitar ao ensino básico e fundamental. É necessário que permaneça durante toda a vida escolar e acadêmica dos alunos.

As instituições de ensino modernas vão além dos conteúdos pedagógicos. Elas ensinam os estudantes a se relacionar, trabalhar em equipe, lidar com valores e opiniões divergentes, e criar metas para sua própria vida.

Tudo isso proporciona o desenvolvimento de diversas habilidades emocionais. Por exemplo:

  • Construção de relacionamentos de confiança e respeito;
  • Autoconfiança;
  • Autoconhecimento;
  • Controle das emoções.

São fatores que ajudam os estudantes para atingir as metas na universidade ou em situações do cotidiano.

Como trabalhar a educação socioemocional no ensino superior?

Diante dessa tendência no ensino superior, uma das questões para gestores e educadores é como colocar a educação socioemocional em prática. Afinal, como vimos, são competências importantes para formar profissionais com as aptidões necessárias para o sucesso.

Para ter uma ideia, já existem empresas avaliando as habilidades socioemocionais no recrutamento e seleção. São os casos do Hospital Albert Einstein e do Insper, que contam com etapas para analisar os candidatos conforme essas competências.

Então, para aplicar a educação socioemocional no seu plano de aula, confira 3 estratégias que podem ser utilizadas.

1. Atividades em grupo

As atividades em equipe são boas aliadas no desenvolvimento socioemocional. Isso porque incentivam o senso de cooperação, liderança e capacidade de lidar com frustrações a partir de opiniões diferentes. O resultado é a ampliação das habilidades de relacionamento.

2. Análise de dilemas éticos

O educador também pode abordar a educação socioemocional ao apresentar dilemas éticos ao alunos, pedindo que se posicionem a respeito.

Quando eles se deparam com situações desconfortáveis, eles precisam refletir antes de se posicionarem e tomarem as decisões. Isso contribui para o desenvolvimento do pensamento crítico e do autoconhecimento.

Ler tambémMotivação e aprendizagem: como professores universitários podem envolver os alunos

3. Resolução de problemas da vida profissional

A resolução de problemas é uma competência muito importante. Até porque envolve várias outras, como o trabalho em equipe, a empatia, a resiliência, a criatividade e a persistência.

Neste sentido, os professores podem simular ocasiões da rotina profissional para incentivar seus alunos a superar adversidades.

Essa estratégia contribui para a inteligência emocional em contornar situações difíceis. Além disso, desenvolve a capacidade de liderança e a segurança dos alunos para enfrentar casos do cotidiano sem medo.

Falando em preparar os alunos, a Minha Biblioteca ajuda oferencendo o fácil acesso ao conhecimento por meio de milhares de livros em uma ambiente totalmente online.

A plataforma digital disponibiliza mais de 7 mil títulos técnicos e científicos a qualquer hora e lugar. O sistema é voltado tanto para a pesquisa e estudo de alunos quanto para a formação de educadores.

Quer saber mais sobre a solução? Acesse a nossa página e confira todas funcionalidades e recursos da Minha Biblioteca!

Baixe agora nosso eBook e saiba como montar um plano de aula do ensino superior atrelado às novas tecnologias!