5 tipos de trabalhos acadêmicos

5 tipos de trabalhos acadêmicos

Uma das premissas do ensino superior é a disseminação e a produção do conhecimento. Neste contexto, muitos serão os trabalhos acadêmicos que os alunos terão que elaborar durante sua graduação.

Além de serem relevantes para a formação técnica e profissional dos estudantes, os trabalhos acadêmicos são de suma importância para registrar pesquisas e transmitir os dados de forma científica.

Existem diversos tipos e modelos de trabalhos acadêmicos no ambiente universitário. Para desenvolvê-los, no entanto, é necessário se atentar a uma série de regras. Afinal, os projetos necessitam de padronização para manter uma unidade nos materiais produzidos.

Neste texto, você verá os cinco principais tipos de projetos que, com certeza, farão parte da sua caminhada no ensino superior. Se você seguir na trajetória acadêmica e continuar os estudos, outros modelos de trabalho surgirão.

Leia também5 razões para valorizar ainda mais a pesquisa

Baixe nosso e-book e saiba tudo sobre a Avaliação do MEC, inclusive como aumentar o conceito da sua instituição de ensino!

Conheça os tipos de trabalhos acadêmicos mais comuns na graduação

A graduação se destaca por ser a introdução do aluno ao mundo acadêmico. Por esta razão, alguns dos trabalhos têm complexidade de baixa a média. Mas devem seguir a rigorosa padronização da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Confira!

1) Fichamento

O fichamento é um registro feito em fichas de forma dinâmica. Seu objetivo é de proporcionar rapidez e eficiência na busca por informações. Além disso, traz os principais pontos em tópicos.

Existem 3 tipos básicos de fichamento:

Resumo – aponta os principais temas do texto estudado;

Citação – transcreve na íntegra um trecho do que o autor escreveu;

Bibliográfico – é um resumo comentado com as palavras do próprio aluno sobre as principais ideias da obra original.

Leia também7 melhores dicas de estudo para estudantes universitários

2) Resumo

Também conhecido como sinopse, o resumo tem como principal característica sintetizar as ideias contidas em um texto. Muitas vezes, esta síntese de conteúdo é usada para a comunicação oral. Mas também pode ser publicada como texto de produção científicas.

3) Resenha

Voltada para periódicos científicos, a resenha vai além do resumo da obra. Este trabalho traz comentários informativos e críticos sobre o conteúdo analisado.

As resenhas seguem uma estrutura de redação e contêm informações como:

  • Autor;
  • Breve trecho descritivo da obra;
  • Síntese rápida dos capítulos;
  • Comentários objetivos e diretos do aluno/pesquisador.

Leia também7 passos para ajudar a fazer artigos científicos nota 10

4) Projeto de pesquisa

O projeto de pesquisa serve de base para trabalhos acadêmicos que ainda serão desenvolvidos. O projeto tem como função detalhar uma possível pesquisa, mostrar a justificativa da sua realização e o que se aguarda como resultado.

5) Monografia

Um dos trabalhos acadêmicos mais populares, principalmente na graduação, a monografia tem um perfil analítico. E, muitas vezes, é usada para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

A principal característica é recapitular as informações já constantes em uma base bibliográfica consolidada. Não é exigido um tema original de pesquisa ou resultados gerados por meio de experimentos.

No entanto, há alunos que fazem experimentações e outros que buscam se aprofundar em estudiosos e obras. Com isso, é possível fazer comparações entre contextos e, assim, apresentar outras perspectivas. A construção do estudo precisa ter uma forte fundamentação teórica.

Tecnologia como aliada nos trabalhos acadêmicos

era digital proporciona novos caminhos para a sociedade e o setor educacional não está fora desse contexto. Atualmente, já existem vários recursos disponíveis que ajudam os alunos na hora de elaborar os trabalhos acadêmicos.

Entre as ferramentas, estão as bibliotecas digitais, como a Minha Biblioteca. Com mais de 7 mil títulos das principais editoras acadêmicas do Brasil, a plataforma disponibiliza o acesso a obras de autores renomados de forma rápida e intuitiva.

Além disso, a ferramenta é 100% digital, pode ser acessada em qualquer dispositivo móvel com conexão com a internet e possui diversas ferramentas de estudos como marcações, realces, marca páginas e muitos outros.

Leia tambémVeja por que investir em biblioteca digital

Com catálogo multidisciplinar, a Minha Biblioteca é um importante para as instituições de ensino. Isso porque ajuda a melhorar a qualidade no ensino. Sem contar que o acervo digital atende aos critérios exigidos pelo Ministério da Educação (MEC) e está sempre atualizado.

A plataforma também proporciona ao aluno a leitura dos livros sugeridos pelos professores em qualquer hora e lugar. Sem a preocupação de pegar fila na biblioteca física.

Se a sua instituição de ensino ainda não conta com a Minha Biblioteca, entre em contato agora. Veja o que a plataforma pode fazer pela sua organização!

Baixe agora nosso eBook e saiba como montar um plano de aula do ensino superior atrelado às novas tecnologias!

Leave a comment

3 × 5 =