O uso das tecnologias da informação pelas bibliotecas

O uso das tecnologias da informação pelas bibliotecas

Com o surgimento das tecnologias foi possível otimizar a produção, o acesso e, principalmente, aumentar a disseminação das informações, mudando o paradigma de que as elas só estariam em documentos impressos.

Apesar de haver um movimento a favor disso, grande parte das bibliotecas ainda não tem avançado na utilização dessas novas tecnologias, o que vai de encontro a um dos principais objetivos desses locais, que é democratizar e disseminar o conhecimento.

Além de otimizar processos e melhorar a comunicação, a inserção das tecnologias da informação pode trazer uma nova forma na produção, organização e distribuição da informação, além de fazer com que as bibliotecas se beneficiem e possam oferecer um serviço cada vez mais qualificado.

As fases no uso das tecnologias da informação pelas bibliotecas

Para que possamos entender melhor o uso das tecnologias da informação pelas bibliotecas nos dias de hoje, é essencial que tenhamos conhecimento sobre o histórico dessa utilização. É sobre isso que vamos falar a seguir.

Em tempos passados, até a primeira década do século XX, como não havia grandes avanços tecnológicos, também não havia a diferenciação entre a informação e seu suporte tecnológico. Nesta época as bibliotecas eram vistas apenas como um local onde os documentos eram, de certa forma, estocados.

Nas décadas seguintes, como o conceito da informação vinha separado do seu suporte tecnológico, também foi iniciada a utilização das tecnologias da informação para organizar o grande volume de documentos que estavam sendo produzidos na época.

As primeiras publicações eletrônicas tinham a ideia de fornecer arquivos que pudessem ser lidos e vistos em computadores de bibliotecas ou ainda para seus assinantes. A partir de então, na década de 90, junto com o surgimento e popularização da internet, as publicações eletrônicas se popularizaram.

O desenvolvimento das publicações eletrônicas

A partir do momento em que as publicações eletrônicas foram criadas, graças ao advento da internet, elas tiveram grande aceitação e consequente crescimento no período.

O desenvolvimento das publicações eletrônicas deu-se da seguinte maneira: em um primeiro momento, apenas havia o uso dos computadores para criar a publicação impressa, depois, começou ocorrer a distribuição dos conteúdos em formato eletrônico, porém as versões impressa e eletrônica ainda eram exatamente iguais.

Em um terceiro momento, as publicações eletrônicas tinham o mesmo formato das impressas, porém já vinham com alguns diferenciais. Por último, ou seja, as publicações eletrônicas como conhecemos hoje, são elaboradas de forma específica para os meios eletrônicos, explorando todas as possibilidades, como hiperlinks, sons e movimentos. Até onde as publicações irão desenvolver-se? Só o tempo dirá.

Como está a utilização das novas tecnologias na biblioteca da sua instituição? Será que não há como melhorar o seu uso para otimizar ainda mais os processos? Faça uma reflexão, pense nas opções disponíveis. Para aprofundar-se ainda mais no assunto, indicamos outros artigos publicamos aqui no blog: 8 motivos para usar tecnologia em benefício da educação e como as novas tecnologias auxiliam no processo de aprendizagem. Esperamos que goste.

Em nosso próximo artigo falaremos sobre a importância das bibliotecas na era digital. Não deixe de nos acompanhar, assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos exclusivamente.

Baixe agora nosso infográfico e saiba como reduzir custos com a biblioteca digital!

Leave a comment

5 × 1 =